Deputada Roberta Arraes fala de ações voltadas às mulheres

Roberta Arraes prestigia a primeira governadora de Pernambuco, Luciana Santos, no ato de assinatura do decreto para as mulheres
2 de maio de 2019
Deputada Roberta Arraes homenageia os 20 anos da AACD – Recife
22 de maio de 2019
Exibir tudo

             A deputada Roberta Arraes fez uso da tribuna da Alepe, na tarde de hoje (06), para destacar algumas ações voltadas para as mulheres.
A parlamentar iniciou suas palavras destacando que participou do evento de assinatura do decreto pela então governadora em exercício, Luciana Santos, na última terça (30), que cria um Grupo de Trabalho para analisar a relação das mulheres com o mercado de trabalho no nosso estado. “O grupo irá fortalecer, direcionar e ampliar as políticas públicas de trabalho e renda para as mulheres. Iniciativas como essa, contribuirão para o Pacto pelo Emprego, através do crescimento das mulheres no setor produtivo”, frisou Roberta.
Roberta Arraes continuou sua fala, mencionando também o Projeto Multimídia #umaporuma, que conta as histórias de todas as mulheres assassinadas em Pernambuco no ano de 2018. O projeto, organizado por 31 jornalistas mulheres do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, busca trazer à tona as raízes estruturais da violência de gênero e recebeu, no último dia 30 de abril, em Brasília, o VII Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal, na categoria jornalismo/web. “O #umaporuma não apresenta apenas estatísticas, traz a voz, nome, rosto e história de todas as 241 mulheres assassinadas no ano passado em nosso estado, com destaque para os 83 casos de feminicídio. É um projeto que merece aplausos, que nos instiga a continuar na luta pela garantia de nossos direitos e, também a quebrar o ciclo da violência”, afirmou.
Por fim, a deputada falou da emenda que destinou à Secretaria da Mulher, no valor de 200 mil reais, com o objetivo de fortalecer com as realizações de ações o empoderamento feminino. “Precisamos aumentar todos os projetos e atividades que fomentem a prevenção da violência contra a mulher e sua inserção no mercado de trabalho”, finalizou Roberta Arraes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *