Deputada Roberta Arraes fala sobre feminícidio na tribuna da Alepe

Indicação Nº 496/2019
27 de março de 2019
Na Alepe, deputada Roberta Arraes faz alerta sobre imunização e vacinação
9 de abril de 2019
Exibir tudo

A deputada Roberta Arraes subiu à tribuna na tarde de hoje (08), para falar sobre a passagem do Dia Estadual de Combate ao Feminicídio, que foi na última sexta-feira (05).
A data relembra a morte da fisioterapeuta Milena Sena, assassinada covardemente em seu apartamento, no dia 05 de abril de 2017.
Em seu discurso, a deputada levou a informação de que no Brasil, uma mulher é assassinada a cada duas horas, e que Pernambuco ocupa o 7º lugar entre os estados com o maior número de assassinatos, e o 4º lugar no ranking que mais tiveram casos de feminicídios em 2018.
“Diante disso, precisamos reafirmar nosso compromisso no fortalecimento da rede de proteção das mulheres, para que busquemos a ampliação, o aperfeiçoamento e a criação de novos dispositivos na prevenção e proteção da violência contra a mulher”, afirmou.
Para a parlamentar, além do legislativo, são fundamentais políticas educativas para que a estrutura social e as práticas culturais sejam alteradas.
“É preciso difundir o conhecimento sobre as leis, inclusive para os homens, como já existem algumas iniciativas do sistema judiciário de fazer palestras informativas voltadas para o público masculino”, disse.
Por fim, Roberta Arraes reafirmou sua luta pelo empoderamento feminino, por uma rede de apoio afetiva e lembrou que, desde o início de seu mandato, enfatiza a necessidade de interiorização desse debate para dar voz às mulheres de Pernambuco. Citou também a sua luta pela da Delegacia da Mulher nos sertões do Araripe e Central.
“Parabenizo as delegacias que têm feito um trabalho grandioso para as mulheres, e assim, reitero a sensibilização por parte do Governo do Estado, da necessidade urgente de implantação de outras unidades pelo estado. Precisamos continuar essa luta por todas nós, por nossos filhos e nossa sociedade”, finalizou.
Ainda na reunião plenária desta tarde, além de Roberta Arraes, as demais deputadas presentes, Gleide Angelo, Simone Santana, Fabíola Cabral e Juntas, em nome da Alepe, levaram uma faixa com a frase: Basta de feminicídio! Queremos viver!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *