Deputada Roberta Arraes sai em defesa do Polo Gesseiro do Araripe

Deputada Roberta Arraes solicita adaptação imediata de UPAEs no estado para o combate ao COVID-19
8 de abril de 2020
Indicação Nº 3636/2020
2 de maio de 2020
Exibir tudo

A deputada Roberta Arraes fez uso da palavra hoje (30), na reunião remota da Assembleia Legislativa de Pernambuco, para falar do setor gesseiro e prestar sua solidariedade aos trabalhadores e empresários da região, que estão sendo afetados devido a pandemia do coronavírus/COVID-19.
Em seu pronunciamento, a parlamentar falou da importância do setor, não só para a região do Araripe e estado de Pernambuco, mas para todo o país, uma vez que produz 95% de gesso consumido no Brasil.
No seu discurso, a deputada afirmou que o polo gesseiro é a principal atividade econômica da região do Araripe, onde existem 600 empresas, que geram 12 mil empregos diretos e 48 mil indiretos.
Por causa desta grande crise que a pandemia está causando, o mercado da construção civil está sendo atingido, deixando muitos dos empresários do gesso preocupados e sem condições de pagar suas obrigações trabalhistas e fiscais. Lembrou ainda que a suspensão das obras em todo o país, representa hoje, uma queda de no faturamento de 80% na comercialização do gesso, gipsita e seus derivados.
“Precisamos neste momento de sensibilidade dos poderes para agirmos em defesa desse setor que tanto contribui com o desenvolvimento do estado”, afirmou Roberta.
Por fim, a parlamentar falou que recebeu um pleito dos representantes do polo gesseiro, o qual encaminhou em forma de indicação para o Governo do Estado e demais órgãos competentes, que pede a suspensão de todas as ações tributárias, jurídicas e administrativas das empresas do setor, em um período de 150 dias, bem como também qualquer fiscalização da SEFAZ em curso. Afirmou ainda, que é preciso a Agência Nacional de Energia Elétrica também suspender a cobrança de valores fixos nas contas de energia das empresas do polo, uma vez que estão com as atividades paralisadas e comprometidas.
“Diante de tantas adversidades por que passamos, faço este apelo ao governador Paulo Câmara e demais autoridades competentes, para que encontre uma solução rápida, pois precisamos manter essas empresas vivas, gerando empregos e renda a milhares de famílias”, finalizou Roberta Arraes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *